Buscar
cheap jordans|wholesale air max|wholesale jordans|wholesale jewelry

Colunas

Matérias Anteriores
Luluzinha jovem expõe falta de criatividade nas Histórias em Quadrinhos

Luluzinha jovem expõe falta de criatividade nas Histórias em Quadrinhos

Vou abrir um espaço para falar de quadrinhos, ainda que a personagem em questão tenha feito também sucesso em desenho animado. Estou falando da Luluzinha. Little Lulu no original, foi criada em 1935 por Marjorie Henserdon Buell. Pois bem, virou moda dentre as editoras brasileiras apostar no filão personagens jovens.  E pior ainda, moldá-los num estilo chamado de mangá. É o que vemos aí com a Turma da Mônica Jovem que é muito mais um pastiche de estilos do que propriamente algo ligado ao mangá. Mas vamos adiante.

É complicada a utilização ou mesmo adaptação de personagens propriamente adolescentes num universo mais atemporal como de Disney ou Turma da Mônica. No caso de Disney, mesmo a Turma da Pata Lee com suas características marcantes se mostrou uma paulada na moleira quando no fim dos anos 1980 (e nos anos 1990) quando os personagens já  se mostravam datados para uma nova geração. E mesmo a Tina do Mauricio de Sousa precisou se atualizar.

Mas voltando a Luluzinha, seria muito mais interesse adaptar a antiga e clássica personagem ao mundo atual do que simplesmente atualizar o design para uma personagem "teen". OK, há quem goste desse tipo de novidade. De fato não irá destruir a visão clássica, mas que incomoda... ah sim incomoda. Seguem abaixo as informações e comentários dos jornalistas Paulo Ramos e Sandra Monte. Primeiro a Sandra:

Definitivamente, o assunto da semana foi certamente a versão jovem - ou teen - da Luluzinha. Curiosamente, a ideia de ter uma versão para adolescentes não é nada nova. Em meados de 95/97, a redação da editora Abril chegou a começar um projeto nesse sentido. E a editora chegou a pensar nesta possibilidade, pois já havia feito HQs "normais" produzidas no Brasil pelos seus estúdios.

Primaggio Mantovi, então diretor da redação dos quadrinhos da Abril - revelou ao Papo de Budega que a equipe da época desenvolveu um projeto com a Luluzinha como adolescente. "Um dos roteiristas envolvidos foi o Gerson Borlotti. O desenhista que adaptou os personagens na faixa adolescente (e também desenhou as primeiras histórias) foi Fernando Bonini", disse Primaggio. Ele ainda contou que "Bonini desenhou um casal de namoradinhos, com as características da Luluzinha e do Bolinha".

O jornalista Paulo Ramos do Blog dos Quadrinhos complementou a informação:

Acabei de conversar por telefone com Primaggio Mantovi. Está correta a informação desta postagem. Segundo ele, a história foi feita na primeira metade da década de 1990. Ficou parada até ser publicada pela Via Lettera em 2005, mesmo ano da morte de Fernando Bonini.

Ele confirma que foi a partir de uma das imagens da história, a que abre a postagem e incluída na obra, que surgiu a ideia de criar uma versão adolescente de Luluzinha. "O projeto simplesmente não saiu", disse. "Parou no meio do caminho. A diretoria [da Abril] não deu sinal verde." Segundo Mantovi, foram feitas cerca de seis histórias.

Voltar



Este site está sob a licença Creative Commons, exceto aonde explicitamente descrito.