Buscar
cheap jordans|wholesale air max|wholesale jordans|wholesale jewelry

Colunas

Matérias Anteriores
"A Era do Gelo 3" é a estreia da semana

"A Era do Gelo 3" é a estreia da semana

"A Era do Gelo 3" chega em 3D em recorde de salas brasileiras com a tecnologia, e felizmente parece estar agradando público e crítica em mais uma aventura gelada. A verdade é que o primeiro filme não é uma obra-prima e não tem o mesmo brilho técnico de produções da Pixar e DreamWorks, e o segundo filme foi um retrocesso criativo para quem esperava algo diferente.  Mas o terceiro filme, no entanto, representa um suspiro extra na franquia.

Confira abaixo, trecho da matéria da Folha Online sobre o lançamento:

Carlos Saldanha, 40, que dirigiu os dois primeiros desenhos (o inicial, em dupla com Chris Wedge) e entrega agora "A Era do Gelo 3", [comentou]  que "no segundo filme, eu trabalhei o dobro do primeiro e, nesse último, trabalhei três vezes mais do que no segundo", diz o diretor carioca, por telefone.

"Quando você cria o primeiro, não sabe se o público vai gostar. Mas, quando faz uma sequência, é porque os anteriores foram bem, então você carrega a responsabilidade de fazer jus ao passado, precisa aprimorar, criar novidades, há uma série de desafios criativos."

Há também uma novidade técnica: "A Era do Gelo 3" tem cópias no formato 3D. "É o que está pegando agora, e o nosso ambiente [cinema de animação] é o mais adaptado a esse processo. É um modo de entretenimento que veio para ficar por um tempo."

Há que se ponderar, no entanto, que o acesso ao 3D ainda é limitado, principalmente no Brasil. Sai prejudicado o espectador que não puder assistir ao desenho nesse formato? "Acho que não perde muito. É a mesma história, os mesmos personagens e diálogos. O que o público perde é a sensação de imersão, de estar num passeio de montanha-russa."

Como lucro não costuma ser problema para uma produção desse tipo --vale lembrar que animações geram incontáveis oportunidades de licenciamento de produtos-, uma nova continuação é quase uma obrigação comercial. "Como estúdio [Saldanha é do Blue Sky], é natural que já comecemos a pensar no quarto episódio. Mas, como diretor, é o último. Se fizer outro, vai ser como produtor-executivo. Já estou em outro projeto, o "Rio".

Carlos Saldanha comenta seu novo projeto - "Rio"

Blu é uma arara-azul que sempre viveu em cativeiro, nunca aprendeu a voar e não sabe viver fora de casa. Um dia, o pássaro --que é nativo do Brasil, mas nunca morou aqui- vai para o Rio e descobre um mundo diferente, fora da gaiola.

Esse é o enredo de "Rio", a próxima animação de Carlos Saldanha, com estreia prevista para 2011. "Sou apaixonado por pássaros, sempre tive vontade de fazer uma animação com eles", diz o diretor.

"Teremos humanos, que é uma coisa que nunca fizemos em grande escala. Vamos ter que criar uma cidade que já existe, com pontos turísticos, praia, até uma escola de samba. Tecnicamente, vai ser um desafio tremendo."

Saldanha diz que o desenho "vai ter muita música". "Já estou trabalhando com o Sergio Mendes, ele vai ser nosso guru musical", diz o diretor, que reconhece certa semelhança temática com o curta "Alô, Amigos" (1942), da Disney, no qual Zé Carioca apresenta o Rio. (Folha)

Voltar



Este site está sob a licença Creative Commons, exceto aonde explicitamente descrito.