Buscar
cheap jordans|wholesale air max|wholesale jordans|wholesale jewelry

Colunas

Matérias Anteriores
"South Park" é censurado na Rússia

"South Park" é censurado na Rússia

O canal russo 2X2 cortou cena de um episódio de "South Park" que mostrava o atual presidente Vladimir Putin como um líder mesquinho e desesperado.

Ainda não está claro de quem partiu a decisão, mas o ato de censura provocou discussões furiosas em blogs da Rússia.

Perguntado sobre o assunto, o canal se limitou a dizer que "nesta versão, a tal cena estaria ausente".

Discovery Kids é o canal infantil mais visto por mulheres adultas

O canal infantil Discovery Kids é o mais visto por mulheres adultas com TV paga. As mulheres com 25 a 49 anos passam mais tempo assistindo ao Discovery Kids com seus filhos do que vendo canais específicos para elas, como o GNT e o Discovery Home&Health.

O Discovery Kids lidera o ranking dos canais mais vistos por mulheres de 25 a 49 anos em 2007, 2008 e no primeiro semestre de 2009, na média das 7h à 0h, na medição feita pelo Ibope nos seis principais mercados do país.
Nesse ranking, o TNT aparece em segundo lugar. Cartoon Network e Disney Channel, também infanto-juvenis, revezam-se em terceiro lugar na preferência das mulheres adultas. Neste ano, o SporTV é o quarto mais visto por elas. Os femininos GNT e Discovery Home&Health só aparecem, respectivamente, na 19ª e 20ª posições.

O quadro não muda muito quando consideradas também as mulheres que ainda não têm filhos e limitado ao horário nobre. Entre as mulheres com 18 a 49 anos, na faixa das 19h à 0h, o Discovery Kids liderou de janeiro a março e em maio. Em abril, perdeu o primeiro lugar para o SporTV. Em junho, o líder foi o TNT. Nesse recorte, o Discovery Home&Health aparece à frente do GNT. Foi o 14º em junho. O GNT ficou na 18ª posição. (Folha de S. Paulo)

"Hit de Bob Esponja não se repetirá"

Interessante texto publicado na Folha de S. Paulo no domingo:

O desenho animado "Bob Esponja" completa dez anos na próxima sexta. O que podia ser motivo de comemoração é visto com preocupação por Linda Simensky, atualmente vice-presidente de programação da rede pública americana PBS (Public Broadcast System).

"Um sucesso na TV hoje é conseguir manter o programa no ar. "Bob Esponja" funciona no mundo todo, mas é representativo que ele tenha feito uma década no ar e não tenha surgido nada igual. Nem acho que vá surgir", afirma.
Isso porque a forte concorrência entre os canais favoreceu uma procura por atingir públicos cada vez mais específicos.

"Antigamente, a programação infantil era de dois a 11 anos. Hoje, acho difícil encontrar um desenho que meu filho de nove e minha filha de quatro anos possam assistir juntos." Também terminaram os canais infantis para variadas idades. Novas emissoras apareceram, e os desenhos são divididos entre menores faixas etárias.

"As pesquisas também são muito eficazes. Agora é fácil fazer um programa que cumpra exatamente o que uma audiência segmentada procura. Estamos criando microalvos."

Com 25 anos de experiência, Linda Simensky ajudou a criar uma identidade para o Cartoon Network e a Nickelodeon. Sua palestra será na abertura do fórum, ao lado de Beth Carmona, que já cuidou da programação de TV Cultura, Discovery Kids, Disney e Fox Kids. Elas vão discutir os atuais conteúdos na animação e a necessidade de preocupação educacional.

Voltar



Este site está sob a licença Creative Commons, exceto aonde explicitamente descrito.