Buscar
cheap jordans|wholesale air max|wholesale jordans|wholesale jewelry

Colunas

Matérias Anteriores
Disney teria pago U$ 700 mil para ter "Alice" na capa de jornal

Disney teria pago U$ 700 mil para ter "Alice" na capa de jornal

O jornal americano The L.A. Times foi criticado por ter publicado, na primeira página, um anúncio publicitário do filme Alice no País das Maravilhas, de Tim Burton. Na imagem, o personagem de Johnny Depp, o Chapeleiro Maluco, toma conta do espaço das notícias, o que deixou os leitores inconformados.

Os críticos de mídia também não ficaram contentes quando se depararam com o anúncio, que segundo eles, foi estampado pela primeira vez na capa do jornal, mas pode virar tendência nos periódicos americanos. "É um dia triste na história de um grande jornal, e minha impressão é que eles têm recebido muitos telefonemas de pessoas que estão irritados com isso, fiéis leitores", disse Bryce Nelson, um ex-correspondente do Times que ensina jornalismo na Universidade do Sul da Califórnia.

De acordo com a jornalista Sharon Waxman, a empresa Walt Disney Co pagou o valor de U$ 700 mil para ter o anúncio estampado no veículo.

O The L.A. Times tem sido duramente atingido pela queda de circulação e diminuição das receitas de anúncios, forçando o jornal a diminuir a cobertura e demitir centenas de funcionários nos últimos anos. (com informações da Reuters)

"Alice" lidera bilheterias na estreia e destrona "Avatar"

A nova adaptação em 3D do famoso conto de Lewis Carrol, distribuída pela Walt Disney, arrecadou a impressionante soma de 116,3 milhões de dólares durante o fim de semana nos Estados Unidos e Canadá.

O filme também faturou 94 milhões de dólares a mais em outros 40 países, acabando com o reinado global de 11 semanas de "Avatar". O total mundial foi estimado em 210,3 milhões de dólares, e a produção ainda não estreou em 40 por cento do mercado internacional.

A Disney disse que a estreia melhor que o esperado nos Estados Unidos e no Canadá bateu novos recordes para um filme lançado em março e no primeiro trimestre.

Voltar



Este site está sob a licença Creative Commons, exceto aonde explicitamente descrito.