Buscar
cheap jordans|wholesale air max|wholesale jordans|wholesale jewelry

Colunas

Matérias Anteriores
Dreamworks: a fábrica de continuações

Dreamworks: a fábrica de continuações

A Disney já passou por isso e sofreu uma crise. A Pixar caminha perigosamente para o mesmo caminho. Mas é a DreamWorks Animation que aposta realmente todas as fichas em continuações de seus filmes de animação. Se um grande sucesso original possui boas chances de ganhar uma continuação, na DreamWorks isso é praticamente um processo automático.

Em recente entrevista a revista Empire, o presidente da DreamWorks Animation, Jeffrey Katzenberg, afirmou estar feliz com o sucesso de "Como Treinar o seu Dragão" (um sucesso de crítica e de bilheteria) e do atual "Megamente". E está otimista por "Kung Fu Panda 2", que estreia em 2011. A surpresa é que ele revelou que nada menos que quatro (sim, QUATRO!) novos filmes da franquia podem ser produzidos.

Outro detalhe é que "Como Treinar o seu Dragão" está na mira de se tornar ao menos uma trilogia. Segundo Katzenberg, existem oito livros sobre a saga, mas o estúdio planeja pelo menos três partes para chegar aos cinemas. E as possibilidades (certamente dependendo das bilheterias) são boas para mais filmes. Só não se sabe se Chris Sanders e Dean DeBlois (diretores do primeiro) encararão a empreitada.

E ainda tem a saga "Madagascar", cujo primeiro filme foi bastante popular e rendeu bons elogios, apesar do segundo filme - apenas regular. Katzenberg confirma "Madagascar 3" para o primeiro semestre de 2012, e vem por aí "Madagascar 4". De acordo com o executivo, os animais vão acabar retornando à Nova York.

A boa nova é que Shrek aparentemente ganhou sua aposentadoria após o quarto filme "Shrek para Sempre". Cada filme teve sua história fechada e não há planos para novas aventuras, ainda que eventualmente apareçam nos especiais de Natal e Dia das Bruxas, como o último dirigido por Dean DeBlois.

Coyote Falls captura o espírito antigo mesmo em CGI

A Warner Bros. anda apagada quando se fala de animação, mas é preciso dar um grande crédito pelos novos curtas em CGI estrelados pelo Coiote e o Papa-Léguas. Diferentemente das séries para televisão, a última ainda de gosto duvidoso, os curtas são bem produzidos.

Apesar de curtos demais (o primeiro tem 3 minutos), a animação chega bem próximo do espírito clássico dos antigos desenhos Looney Tunes. E mais especial ainda é poder conferí-los nos cinemas. Tomara que a Warner continue firme com essas produções. Confira o vídeo de "Coyote Falls".

Voltar



Este site está sob a licença Creative Commons, exceto aonde explicitamente descrito.