Buscar
cheap jordans|wholesale air max|wholesale jordans|wholesale jewelry

Colunas

Matérias Anteriores
Paramount Animation terá David Stainton (ex-Disney) como presidente

Paramount Animation terá David Stainton (ex-Disney) como presidente

A Viacom, conglomerado dono da Paramount Pictures, contratou o veterano executivo David Stainton para chefiar seu estúdio de animação.

stainton passou 17 anos na Disney, onde atuou em seus últimos anos como presidente da divisão responsável pelos filmes de animação até que, em 2006, a Disney adquiriu a Pixar Animation Studios, colocando seu co-fundador, Ed Catmull, e o chefe criativo, John Lasseter, no comando do estúdio do Mickey.

Agora, na Paramount Animation, ele pretendo catapultar o potencial do estúdio que lançou este ano o bem sucedido "Rango", estrelando Johnny Depp na voz do camaleão protagonista.

A Paramount tem distribuído os filmes de animação da DreamWorks Animation por vários anos, mas a relação com o estúdio capiteado por Jeffrey Katzenberg é esperada para terminar assim que o atual contrato de sete anos expirar no fim de 2012. Os dois estúdios não se entendem sobre os valores que a Dreamworks deve pagar a Paramount distribuir seus filmes.

O projeto da Paramount animation começa em 2014, tentando lançar um longa metragem de animação por ano, com orçamento de até US$ 100 milhões, além do desenvolvimento de projetos - incluindo aqueles para o canal Nickelodeon. Pelo selo do canal, o estúdio lançou algumas produções como o longa do "Bob Esponja".

Em seu novo cargo, David Stainton irá reportar para o presidente da Paramount Motion Picture Group, Adam Goodman. Stainton também será responsável por construir o negócio de licenciamento buscando oportunidades em torno das novas animações.

Brad Grey, chairman e presidente da Paramount Pictures, afirmou que "o sucesso de "Rango" nos ajudou a reconhecer nosso potencial e habilidade para criar animações incrivelmente imaginativas com apelo global."

A tarefa de David Stainton não será fácil. A Paramount enfrentará a concorrência brutal de um mercado já saturado de lançamentos em animação nos cinemas, com estúdios consolidados como Disney/Pixar e DreamWorks.

Com uma atuação polêmica na Disney, e muitas críticas de animadores, Stainton supervisionou diversos lançamentos, além de preparar a transição da animação tradicional (a lápis) para a produção totalmente digital. Após deixar a Disney, em 2006, o executivo abriu uma empresa de entretenimento familiar chamada Hanry´s World Media.

Voltar



Este site está sob a licença Creative Commons, exceto aonde explicitamente descrito.