Buscar
cheap jordans|wholesale air max|wholesale jordans|wholesale jewelry

Colunas

Matérias Anteriores
"The Frog Princess" levanta novos debates

"The Frog Princess" levanta novos debates

O fato da Disney ter anunciado precocemente a produção de "The Frog Princess" tem promovido uma série de artigos e matérias relacionados a sinope da produção. O filme só deve estrear em 2009 mas já há discussões sobre a questão dos personagens negros abordados no filme. Ainda mais porque há uma pressão enorme para que a Disney lance em DVD o filme " Canção do Sul" de 1946 - alvo de muita polêmica por ser considerado ofensivo aos afro-americanos.

Um dos novos artigos foi assinado por Joe Burris para o jornal Monterey County Herald. Ele comenta, além da premissa, que a primeira princesa de raça diferente (descendente de árabes) foi Jasmine em "Aladdin" (1992). Outra novidade veio com Pocahontas (1995) com um elenco inspirado nos índios norte-americanos. E lógico, não há como esquecer Mulan (1998), uma heroína chinesa.

O artigo destaca um dos mais antigos rumores de "The Frog Princess". Enquanto Maddy será uma princesa negra, o príncipe poderá não ser, o que poderia causar insatisfação de certos grupos.  "Estamos muito orgulhosos e excitados por isso", disse John Lasseter (chefe criativo dos estúdios Disney). "Esta é uma história fantástica. O filme será um clássico Disney, ainda que seja algo nunca antes visto".

A Disney é conhecida por sua reputação de ser progressista em oferecer personagens direcionados a pessoas de todo tipo. Mas mesmo "Aladdin" sofreu no passado com críticas pesadas de parte da comunidade árabe norte-americana. Mesmo tendo tanto sucesso de público e crítica, o filme foi acusado de ser anti-árabe, o que forçou inclusive a troca de dois versos da canção inicial "Arabian Nights" que originalmente dizia ser comum cortarem sua orelha se não gostarem de sua cara. ("They cut off you ear if the don´t like your face. It´s barbaric, but hey, it´s home.")

Voltar



Este site está sob a licença Creative Commons, exceto aonde explicitamente descrito.