Buscar
cheap jordans|wholesale air max|wholesale jordans|wholesale jewelry

Colunas

Matérias Anteriores
Katzenberg: "3D é mudança revolucionária"

Katzenberg: "3D é mudança revolucionária"

Jeffrey Katzenberg, ex-chefão da Disney e atual presidente da DreamWorks Animation continua em sua megalomaníaca campanha a favor do 3D. Não o 3D de animação computadorizada, e sim a tecnologia que garante ao público a oportunidade de assistir filmes portando óculos especiais nas salas de cinema. Um artigo da revista Business Week com título "Depth of a Salesman" traz o executivo comentando que os filmes 3D se tornarão "a mudança mais revolucionária desde os filmes coloridos".

Atualmente Katzenberg junta forças em Hollywood para demonstrar que está certo. Estão ao seu lado cineastas visionários como Robert Zemeckis, Peter Jackson, Steven Spielberg, James Cameron e George Lucas. Spielberg se prepara para trabalhar com Peter Jackson (da trilogia "O Senhor dos Anéis") em um novo filme 3D, e Lucas planeja relançar os seis filmes da saga "Star Wars" na tecnologia 3D a partir de 2009. Katzenberg ainda diz: "Já é tempo do 3D se tornar mais que uma atração de parque temático. Vemos um negócio aí." Entre os especialistas da tecnologia, o estúdio já conta com Phil McNally, supervisor 3D de "A Família do Futuro" (Disney). A DreamWorks está produzindo um filme animado formatado especialmente para o 3D, "Monsters Vs. Aliens", com lançamento previsto para 2009, e promete que seus futuros filmes serão todos assim, incluindo a franquia Shrek.

Em seu esforço para mostrar que o 3D é o "futuro", Katzenberg tem reunido executivos, técnicos e exbidores para "vender" a idéia exibindo concertos do U2 e testes de "Shrek Terceiro" em 3D, mostrando que com a tecnologia as salas de cinemas não perderão mais público (já que o 3D ainda não pode ser visto em DVD), dificulta a pirataria (é mais difícil filmar clandestinamente) e é um chamariz a mais para os filmes (com ingressos US$ 5 mais caros). Atualmente cerca de 2.200 das 38 mil salas de cinema já possuem projeção digital. Executivos garantem que um investimento de US$ 30 mil por tela garantem a adaptação para exibição de filmes 3D - e isso inclui a tela apropriada para a tecnologia 3D mais popular. Resta saber se esse 3D não será uma moda passageira, assim como foi na década de 1950.

Voltar



Este site está sob a licença Creative Commons, exceto aonde explicitamente descrito.