Buscar
cheap jordans|wholesale air max|wholesale jordans|wholesale jewelry

Colunas

Matérias Anteriores
"Ratatouille" para melhor filme no Oscar?

"Ratatouille" para melhor filme no Oscar?

O The New York Times publicou uma matéria em que analisa as chances de "Ratatouille", produção da Disney/Pixar, em ser indicado ao Oscar na categoria de Melhor Filme. A questão da hora é se a categoria de Melhor Filme de Animação poderia ajudar ou prejudicar a possibilidade desta indicação.

Estamos no início da temporada das grandes premiações cinematográficas, e a Walt Disney Company e a Pixar estão refletindo o que fazer para promover a animação "Ratatouille" apenas para a categoria de Filme de Animação ou se arriscam também a sorte na categoria principal. Qualquer movimento para emplacar a animação na principal poderia implicar divisão de votos na categoria de animação (menos prestigiosa mas muito mais fácil de ganhar).

A matéria indica que mais que uma questão técnica, o dilema é centrado no coração de Hollywood e sua atitude em relação aos filmes de animação. Apenas uma produção, "A Bela e a Fera" (da Disney), foi indicada ao Oscar de Melhor Filme pela Academy of Motion Picture Arts and Sciences - acabou perdendo para "O Silêncio dos Inocentes" em 1992. Dez anos depois, a animação da DreamWorks, "Shrek", se tornaria o primeiro vencedor da categoria focada em animação. Em outros casos apenas Oscars especiais foram entregues como para "Branca de Neve" em 1937" e "Toy Story" em 1995.

Pelas regras da Academia, os filmes indicados ao Oscar de Melhor Filme de Animação estão automaticamente elegíveis para Melhor Filme. Os atores que apenas dublam as vozes dos personagens, também estão elegíveis para indicados de atuação em outras categorias (ainda que nenhum ator tenha sido indicado), e roteiristas e diretores também podem concorrer em categorias gerais.

Os membros da Academia votam em ambas categorias. Mas os publicistas dos estúdios assumem que a maioria deles escolhe apenas um, situação perigosa dado ao número de votantes e a margem que determina o filme vitorioso. Tal divisão de votos poderia comprometer as chances de "Ratatouille" se o filme concorrer em duas categorias, diz o crítico do jonal A. O. Scott.

A relutância dos estúdios em promover as animações no Oscar é reforçado pela percepção que os atores, uma boa parte dos membros votantes (20%) geralmente não honram filmes sem atuação real. E ainda há a famigerada alergia da Academia aos filmes familares de censura livre. "Ratatouille" tem classificação livre (G - General Audiences). Pelos cálculos da matéria, 28 filmes adultos (R) foram indicados ao Oscar de Melhor Filme nos últimos dez anos, com somente dois filmes constando recomendação dos pais (PG) - são eles "Finding Neverland" e "Boa Noite e Boa Sorte". Nenhum filme com classificação livre fora indicado.

A Disney não confirma sua estratágia para "Ratatouille", mas uma propaganda de página dupla no Daily Variety na última segunda-feira, descreve a animação como "o filme com as melhores críticas do ano.. e ao redor do mundo". No entanto, sugere o voto somente para Melhor Animação citando Brad Bird como roteirista e diretor.

Don Hahn, produtor de "A Bela e a Fera", comentou que o o filme indicado em 1992 poderia não ter entrado para a história caso a categoria restrita as animação já existisse naquela época. "Odeio dizer, mas como votante você tende a categorizar a animação como gênero e não como técnica". Hahn,  atual vice-presidente executivo de animação na Disney, no entanto confirma que gostaria de ver "Ratatouille" repetir o feito de "A Bela e a Fera".

Especial de Natal do Shrek lidera audiência nos EUA

O especial de Natal "Shrek the Halls", exibido na noite de ontem pela rede ABC, liderou a audiência na televisão estadunidense. Segundo os primeiros relatórios estimados, o ogro verde da DreamWorks foi assistido por 21,1 milhões de espectadores, o que certamente agradou os chefões da ABC (parte do grupo Disney). O tradicional curta "How the Grinch Stole Christmas", exibido logo depois, também teve grande audiência sendo visto pot 18,7 milhões de espectadores. Algumas prévias de "Shrek the Halls" estão disponíveis no You Tube.

A Animação se fez presente na lista das 50 pessoas mais espertas em Hollywood

A revista Entertainment Weekly listou "As 50 pessoas mais espertas em Hollywood", e no meio podemos encontrar algumas figuras conhecidas da área como o diretor de "Ratatouille", Brad Bird (23º), o CEO da DreamWorks Animation, Jeffrey Katzenberg (22º), o diretor de "A Lenda de Beowulf", Robert Zemeckis (18º), o presidente dos estúdios Disney, Dick Cook (12º) e o supervisor de efeitos visuais da Industrial Light & Magic, John Knoll (10º)

Voltar



Este site está sob a licença Creative Commons, exceto aonde explicitamente descrito.