Buscar
cheap jordans|wholesale air max|wholesale jordans|wholesale jewelry

Colunas

Matérias Anteriores
"Ratatouille" ganha Oscar de melhor animação

"Ratatouille" ganha Oscar de melhor animação

A festa que celebrou os 80 anos do Oscar foi fraca e chata. Talvez por conta da greve dos roteiristas encerrada há cerca de 10 dias. Muitas piadas não funcionaram bem, os números musicais foram mal produzidos, o cantor de "So Close" (de "Encantada") até desafinou, e até o próprio público presente não parecia querer aplaudir nada na cerimônia.

Ponto positivo apenas para Jon Stewart (do excelente programa de sátira política "The Daily Show") que, em atitude inédita, chamou a vencedora Marketa Iglova (que fora interrompida pela orquestra) de volta ao palco para agradecer pela vitória da canção "Falling Slowly" de "Once". Sinto muito amigos, mas por mais que eu adore Alan Menken e Stephen Schwartz, as músicas de "Encantada" eram fracas (fora que a encenação no palco não ajudou em nada).

Sem nenhuma supresa, "Ratatouille" levou o Oscar de Melhor Filme de Animação. A animação já havia levado o prêmio Annie no início do mês. O páreo estava duro com o elogiado "Persépolis". Jan Pinkava (o diretor original de "Ratatouille") estava presente no auditório ao lado da esposa do sr. Bird. Curiosamente em seu agradecimento o diretor resolveu falar até em Iraque. Menos...

Seria muito bom ver a animação (e o senhor Pinkava) levar o prêmio por roteiro, mas não foi desta vez até porque animação não é (infelizmente) forte nesta categoria.

Na categoria de curta de animação, sem grandes favoritos, levou o simpático "Pedro e o Lobo" de Suzie Templeton. Lembrando que todos os indicados de 2008 são produções européias.

Surpresa mesmo só na categoria de Efeitos Visuais. Ganhou a decepção nas bilheterias "A Bússola de Ouro", onde um dos vencedores chegou a citar uma de minhas frases favoritas de  Walt Disney ("É divertido fazer o impossível!"). Receberam o Oscar por efeitos a equipe formada por Michael Fink, Bill Westenhofer, Ben Morris e Trevor Wood.

O favorito era "Transformers", que apresentou novidades e mais complexidade em seus efeitos. "Transformers" também perdeu nas categorias técnicas de som para "O Ultimato Bourne".

Para terminar, uma consolação para a DreamWorks foi a abelhinha (Jerry Seinfeld) pintar na cerimônia para apresentar o prêmio de curta de animação. Aliás, e como não esquecer também "Os Simpsons - O Filme", completamente ignorado pela Academia.

Voltar



Este site está sob a licença Creative Commons, exceto aonde explicitamente descrito.