Buscar
cheap jordans|wholesale air max|wholesale jordans|wholesale jewelry

Colunas

Matérias Anteriores
Museu suíço mostra "esqueletos" de personagens

Museu suíço mostra "esqueletos" de personagens

Essa é boa!!! Direto do site da BBC Brasil:
 
Uma exposição no Museu de História Natural da Basiléia, na Suíça, mostra como seriam os esqueletos de vários personagens de quadrinhos e desenhos animados se eles realmente fossem seres vivos. Estão expostas na Basiléia o que seriam as "ossadas" de personagens como Pernalonga, Pato Donald, Papa-Léguas e a divertida dupla Tom e Jerry.
 
A mostra insólita é o resultado de uma cooperação entre os paleontólogos do museu e o artista sul-coreano Hyungkoo Lee, que construiu os esqueletos observando todas as regras de anatomia. Ele usou técnicas científicas e simulações de computador para criar os esqueletos feitos com resina.

O resultado é uma divertida brincadeira com a séria ciência da paleontologia, que reconstrói ossadas de animais extintos, como o dinossauro. Segundo os organizadores, o museu quer fazer com que os visitantes pensem sobre a reconstrução de animais fossilizados. "Quando um animal pré-histórico é reconstruído também não conhecemos todos os detalhes de sua anatomia – como no caso dos personagens", diz a porta-voz do museu.

A mostra "Animatus" criou nomes científicos em latim para cada personagem mostrado. Assim o coiote, eterno inimigo do Papa-Léguas, foi chamado de Canis latras animatus, e o pássaro veloz perseguido por ele levou o nome de Geococcyx Animatus.  Segundo essa nomenclatura, o Pernalonga pertence à espécie Lepus Animatus e o Pato Donald leva o nome científico de Anas Animatus.

A mostra fica em cartaz no Museu de História Natural até o dia 31 de agosto de 2008. Veja mais fotos aqui.

Histórias restauradas do Zé Carioca são republicadas

E abrindo espaço ao mundo dos quadrinhos, vale o destaque de que as história de Zé Carioca feitas pelo brasileiro Waldyr Igayara (falecido em 2002) estão sendo republicadas na revista mensal "Zé Carioca". A edição 2326, que está nas bancas, traz três delas (Abril, 50 págs., R$ 2,95).

O material é uma série de histórias curtas, de uma só página cada, lançadas na década de 1960. A Editora Abril informa que as histórias não tinham sido relançadas por problemas de qualidade na reprodução do material. A recuperação só foi possível por intermédio do ilustrador Fernando Ventura (colaborado do Animagic), que teve acesso aos originais e os restaurou.

Canal Brasil estréia programa sobre Quadrinhos

O Canal Brasil exibe a partir do 26 de agosto, às 21h, uma série chamada Quadrinhos.São cinco episódios que serão exibidos semanalmente. Haverá repreises nas quartas, às 15h30 e também aos sábados, ao meio-dia.
A série mostra a história da arte seqüencial no Brasil, iniciada em meados do século XIX pelo ilustrador Ângelo Agostini e que hoje possui diversos desenhistas brasileiros assinando as publicações mais vendidas do mundo nos EUA.

Do Tico-Tico ao Pasquim, do Calafrio ao Menino Maluquinho, do Suplemento Juvenil à Ebal, diversos momentos da história da nona arte brasileira são contados por desenhistas, jornalistas, roteiristas, editores, pesquisadores e críticos de HQs. Mais detalhes no blog Papo de Budega. Uma chamada do programa pode ser vista aqui.

Voltar



Este site está sob a licença Creative Commons, exceto aonde explicitamente descrito.