Buscar
cheap jordans|wholesale air max|wholesale jordans|wholesale jewelry

Colunas

Matérias Anteriores
Universal desiste de "Tintin" de Spielberg

Universal desiste de "Tintin" de Spielberg

Ainda que eu ache o projeto em si muito pretensioso, seria muito legal ver Tintin nos cinemas. Vejamos a nota da agência de notícias EFE:

Os estúdios Universal decidiram não financiar "Tintin" --projeto que reunirá Steven Spielberg e Peter Jackson-- devido aos altos custos de produção e à incerteza sobre os lucros, informou nesta sexta-feira o jornal "Los Angeles Times".

O projeto, do qual se espera realizar uma trilogia, é baseado no personagem criado pelo autor belga Georges Remi, mais conhecido como Hergé, e seu universo será recriado por animação em 3D gerada por computador, utilizando técnicas de captura de movimento.

Os planos até agora incluíam que o primeiro dos filmes teria Spielberg como diretor e o segundo ficaria a cargo de Jackson, sem que se saiba ainda quem será o terceiro cineasta.

No entanto, o orçamento final de US$ 130 milhões (R$ 246 milhões) fez com que o Universal voltasse atrás e obrigasse Spielberg e Jackson a buscar outro parceiro financeiro além da Paramount, que se mantém à frente do projeto.

Segundo o jornal, outro dos principais problemas para o Universal é que os diretores pretendem ficar com cerca de 30% da arrecadação final (bilheteria, DVD, televisão e outras vendas), cuja temática é muito popular na Europa, mas não tanto nos Estados Unidos, pelo que se considera um projeto arriscado.

Fontes ligadas ao projeto afirmaram ao jornal que "Tintin" teria que arrecadar US$ 425 milhões (R$ 804,5 milhões) no mundo todo para que o projeto fosse rentável.

Outros filmes que estrearam e que usaram a inovação da animação em 3D e as técnicas de captura de movimento como "O Expresso Polar" (2003), "A Lenda de Beowulf" (2007) ou "A Casa Monstro" (2006) arrecadaram valores muito abaixo desses US$ 425 milhões em escala global.

No final de agosto, Spielberg e Jackson exibiram uma mostra de dez minutos de como será o aspecto visual dos filmes a um grupo de dez executivos da Paramount, que agora estão analisando a situação e deverão anunciar em breve se financiam totalmente a produção da trilogia.

Voltar



Este site está sob a licença Creative Commons, exceto aonde explicitamente descrito.