Buscar
cheap jordans|wholesale air max|wholesale jordans|wholesale jewelry

Colunas

Matérias Anteriores
Exclusivo: confira imagens do projeto cancelado "My Peoples"

Exclusivo: confira imagens do projeto cancelado "My Peoples"

Recebi neste fim de semana o livro "Disney Lost and Found", obra do autor Charles Solomon sobre os projetos e idéias descartadas para filmes de animação Disney. Um terço do livro é dedicado ao projeto em CGI "Wild Life", outro terço a diversos projetos antigos, e um terço ao "My Peoples" - que teria sido o último filme de animação produzido pelo estúdio da Flórida. Algumas imagens escaneadas do livro sobre "My Peoples" podem ser vistas no fórum AnimationS. Belos esboços e estudos de Andreas Deja.

Como já contado no Animagic,  "My Peoples" surgiu do interesse do co-diretor Barry Cook (também co-diretor de "Mulan") em arte folclórica norte-americana. O filme seria um conto entre um casal apaixonado em Appalachia do fim dos anos 1940. Segundo a premissa, o Velho McGee jurou afastar sua filha Rose do jovem Elgin Harper devido a uma velha disputa e uma supertição de que  "coisas ruins" acontecem quando os Harpers e os McGees estão juntos. Os "peoples" (do título) são personagens do folclore feitos por Elgin usando objetos encontrados por aí. Só que eles ganham vida e ajudam a juntar o casal.

A música estava sendo criada por Ricky Skaggs e o elenco de vozes incluía talentos como Dolly Parton (personagem Angel), Lily Tomlin, James Carville, Travis Tritt, entre outros. Tecnicamente a maior curiosidade é a forma híbrida de produção, bastante semelhante a do segmento do Soldadinho de Chumbo em "Fantasia 2000". Os personagens Peoples seriam animados em CGI (computadorizados) enquanto os demais personagens seriam animados tradicionalmente a lápis.

Imagens de "Bolt"

Para quem aguarda "Bolt", também da Disney, mais algumas imagens promocionais podem ser conferidas aqui.

Disney divulga vídeos promovendo "A Princesa e o Sapo"

O site do Walt Disney Animation Studios foi atualizado com curiosos vídeos promovendo o lançamento de "A Princesa e o Sapo". Podemos ver os diretores Ron Musker e John Musker falando sobre o projeto, o animador Andreas Deja (Supervisor de Animação da Mama Odie) falando dos desafios da animação, e o também animador Bruce Smith (Supervisor de Animação do vilão Dr. Facilier) sobre esta ser a hora certa para trabalhar nesse filme.

O amigo David Santos chama atenção para detalhes nos vídeos. "Olhem atentamente as imagens atrás dos artistas. Na foto de Andreas Dejas, vemos desenhos do vagalume cajun Ray, do crocodilo cantor de jazz Louis e do Príncipe Naveen". Já [no vídeo] de Bruce Smith temos um quadro na parede, Tiana na prancheta, desenhos de Dr. Facilier posando com a cartola

Voltar



Este site está sob a licença Creative Commons, exceto aonde explicitamente descrito.