Buscar
cheap jordans|wholesale air max|wholesale jordans|wholesale jewelry

Colunas

Matérias Anteriores
Fox cancela o seriado "O Rei do Pedaço"

Fox cancela o seriado "O Rei do Pedaço"

da Associated Press, em Los Angeles

A Fox cancelou o seriado ''O Rei do Pedaço'' e deve exibir os últimos episódios da série, que está em seu 13º ano, durante os próximos dois anos, informou a rede de canais na sexta-feira (31).

"O Rei do Pedaço" é protagonizada por Hank Hill, um morador do Texas, e traz histórias que mostram sua família e amigos. Hank é dublado pelo co-criador e produtor executivo da série, Mike Judge. As outras vozes do elenco são feitas por Kathy Najimy, Brittany Murphy e Stephen Root.

A perspectiva é mais animadora para outra série animada da Fox, "American Dad", que teve o contrato renovado para uma quinta temporada. A série registrou um aumento de audiência na faixa dos adultos jovens, a preferida pelos anunciantes. Já a audiência de "O Rei do Pedaço" ficou relativamente estável nesta temporada.

''American Dad'' conta a história de Stan Smith, um dedicado conservador, e sua excêntrica família. O co-criador e produtor executivo da série, Seth MacFarlane, é que faz a voz de Stan. A séria ainda conta com personagens dublados por Wendy Schaal, Rachael MacFarlane e Scott Grimes.

Sony e Paramount cogitam financiar adaptação de "Tintin" em 3D

As companhias Sony Pictures Entertainment e Paramount Pictures cogitam financiar o projeto de adaptação para o cinema em 3-D dos quadrinhos "Tintin", do belga Hergé (1907-1983), informou a revista americana especializada em entretenimento "Variety".

A adaptação é um projeto de Steven Spielberg e Peter Jackson e os estúdios Universal desistiram do financiamento por considerar que a empreitada era pouco rentável. Após resolver o dilema da separação entre a Paramount e a DreamWorks, "Tintin" voltou a ser uma prioridade para Spielberg, segundo a revista.

A Paramount chegou a oferecer um orçamento de US$ 135 milhões (R$ 289,9 milhões). Nem a Sony nem a Paramount comentam o caso, mas confirmam que a existência de negociações.Spielberg esperava já estar produzindo o longa, mas agora tem como meta completar "Tintin" a tempo para lançá-lo em 2020. Jackson vai dirigir o filme.

No acordo atualmente em negociação, a Paramount planeja distribuir o filme no mercado norte-americano e em territórios onde se fala o inglês. A Sony ficaria com outros mercados. Contudo, "Tintin" não teria nenhuma associação com a DreamWorks. Inicialmente, Spielberg e Jackson imaginaram dirigir e produzir três histórias baseadas nas aventuras de Tintin. (Folha de S. Paulo)

Voltar



Este site está sob a licença Creative Commons, exceto aonde explicitamente descrito.